Como economizar na hora de comprar remédios

Comprar remédios

Comprar remédios está na rotina de muitos aposentados. Seja de consumo esporádico, seja de uso contínuo, os medicamentos consomem uma parte considerável do orçamento, comprometendo o pagamento de outras contas também importantes.

Uma vez que o preço dos remédios anda alto demais, há idosos que até deixam de seguir as orientações médicas ou não compram a quantidade recomendada, o que pode piorar o quadro da enfermidade, levando a internações e até a morte.

LEIA MAIS: Alimentação na terceira idade: o que não pode faltar

 

Dicas para economizar ao comprar remédios

Para conseguir comprar remédios sem ficar no vermelho, é necessário fazer muita pesquisa, uma vez que os medicamentos podem, sim, variar de preço conforme rede de farmácias e região.

Também é possível conseguir alguns remédios de graça na rede pública, dependendo do tipo de remédio.

Veja algumas formas de adquirir os medicamentos necessários sem muitas dores de cabeça:

 

Tenha sempre a receita médica

Muitos remédios são vendidos apenas com receita médica, por conta da sua composição, ou oferecem desconto quando comprados a pedido do médico. Inclusive remédios de graça são fornecidos somente com receita.

 

Visite pontos de distribuição de remédios

Postos de saúde e outros estabelecimentos possuem remédios variados para distribuição gratuita. No caso dos postos de saúde, é necessário apresentar a carteirinha do SUS, um documento com foto e a receita médica. Em outros locais, basta documento e receita. Informe-se sobre a documentação e requisitos básicos para garantir o benefício.

 

Pesquise os preços dos remédios

Compras pela internet, promoções, análises em diferentes redes de farmácia, enfim, vale tudo para encontrar remédios a preços acessíveis. Mesmo que a economia seja pouca, acaba fazendo muita diferença no fim do mês.

 

Veja os descontos oferecidos pelo convênio

Algumas redes de farmácia oferecem descontos bem atrativos para determinados planos de saúde. Informe-se e não dispense esses descontos. Se você não tem convênio, veja se existem outros cartões que oferecem benefícios semelhantes.

 

Faça cadastros nos laboratórios farmacêuticos

Alguns laboratórios oferecem descontos bem interessantes para os clientes que fazem um cadastro. Com apenas alguns dados, você tem a oportunidade de pagar um valor bem menor pelos remédios.

LEIA TAMBÉM: 6 dicas preciosas para sair do vermelho

Sabemos que comprar remédios pesa bastante no orçamento dos idosos. Por isso é muito importante encontrar diferentes meios de gastar menos e cuidar bem da saúde.

Gostou do nosso artigo sobre como comprar remédios sem comprometer demais a aposentadoria? Espero que sim! E se você quiser ficar por dentro de mais informações sobre qualidade de vida, aposentadoria e INSS, acompanhe o nosso blog! Clique aqui para ler outros artigos.